Translate

sexta-feira, 24 de julho de 2009

Romance



"- O Vinho do amor! A paixão é uma espécie de embriaguez.
- E vira um vício! Tristão e Isolda morrem de overdose de paixão.
- O Ministério da Saúde adverte: o amor faz mal à saúde.
- E Feliz final, com beijos, só foi inventado nos romances do século XVII. Beijo no final só servem para tranquilizar todo mundo, dando idéia que os amantes não vão Enfrentar obstáculos. Mas, sem obstáculos o amor acaba. Não há mais o que contar. Acabou o romance.
- Nem beijo, nem morte ... Não tem saída?
- Eu acho que a saída é ... não desistir, de procurar uma saída, mesmo que ela não exista ..
- Talvez as estórias de amor para isso Sirvam ...
- O que Isso?
OS - Encorajar uma casais não desistirem de encontrar uma saída ...
- Pode ser ... "


Trecho do filme Romance, Nacional, que de uma forma sensacional explica a paixão e o entendimento do amor. Muitos tem preconceitos com nossas produções da sétima arte, mas deveriam abster-se de comentários e tornar as obras cada vez mais bem trabalhadas.

O filme retrata uma estória de amor que dá-se início em uma peça de teatro, Tristão e Isolda, e passa pelo ciúme, mal-entendidos, rotina, e no final entende-se
que feliz nem tudo é, mas o que realmente é vale uma tentativa.

Conta com elenco principal: Wagner Moura - que surpreende a cada dia mais e mais - Letícia Sabatela, Adrea Beltrão, Vladmir Brichia, José Wilker, dentre tantas outras feras já conhecidas. Produzido por Paula Lavigne, Direção de Guel Arraes e Roteiro de Guel Arraes e Jorge Furtado.


Teria uma lista imensa de nacionais indicar, mas aos poucos vou tentar trazer os meus prazeres e meus queridinhos, já que aqui é a minha caixinha ciciosa ... e quem sabe Tornar-se-ão o de mais alguns.

Beijos a quem Deseja!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails